Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2017

Distopia

Imagem
Nota: Não existem pretensões nessa crônica demodè. Acho que o coração basta.


                E então seus olhos se abrem. No seu sorriso, o meu lar amarelo. Seu braço insustentavelmente leve em volta dos meus ombros tensos e pesados. Meus olhos se enlaçam. No meu sorriso, a sua melhor piada. Meu abraço incansavelmente apertado em volta da sua cintura quente e macia. Não haveria rimas em minhas frases rebuscadas nem versos nos seus palavrões. Não existiria distância entre nossas cadeiras nem tempo em nossos relógios. Só. Eu. Só. Você. Cada discordância em nossas cabeças seriam concordâncias em nossos corações. Cada desordem em nossos corações seriam ações organizadas. Do caos, a matéria. A matéria em paz. A sua entropia seria minha energia. Meu combustível seria seu comburente. Não haveria mistérios escancarados nem silêncios contidos. E o medo? O medo seria uma estrela a anos-luz da nossa casa. O amor? O amor, o nosso sol mais quente. Nossos filhos. Nossas plantas. Nossos cachorros. N…

Memória é peixe, palavra é rio

Imagem
Nota: Não venham me dizer que é uma crônica triste, pois eu choro de alegria.

"Que rostos mais coalhados, nossos rostos adolescentes em volta daquela mesa: o pai à cabeceira, o relógio de parede às suas costas, cada palavra sua ponderada pelo pêndulo, e nada naqueles tempos nos distraindo tanto como os sinos graves marcando as horas [...]".

_ Lavoura Arcaica, Raduan Nassar.



                Não gosto de sirenes, principalmente, se vierem acompanhadas de uma luz vermelha intermitente. E hoje no trânsito havia duas delas: o IML e uma ambulância. Um corpo na outra margem do rio e um corpo na ponte. Um corpo real e um quase corpo. O frio e a febre. Pois é... e o rio nem é tão largo assim.                 Isso me fez lembrar vovô, na madrugada de febre, da maca branca e das luzes vermelhas intermitentes. Eu estava no canto esquerdo do muro, encostada na parede e com muito frio. É o mesmo frio que sinto agora – a cidade está coberta de uma daquelas frentes frias vindas do Atlântico. …