Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2016

Eles discordarão de mim

Imagem
Nota: E o título dessa vez não é só um título. 'Talvez' seja a moral e todo o resumo da crônica. Obrigada!



A moça de cabelos descortinados dorme pouco. Amanhece durante, o dia todo, a sua forma bruta de viver. Ela fala muito, enquanto escreve sobre viagens multiuniversais, com uma faca de doze gumes na mão. Na mão? Doze? É que ela ensina – e muito bem – sobre o céu, mas ela não é uma professora. A moça ensina sobre o céu como um padre ensina sobre o inferno.
Não! Ela não é uma mulher ruim. Existem pessoas mais afogadas que ela, sob colunas d’água mais profundas. Nem podemos julgá-la, já que não se trata de um estado. Ela é e sempre se renova quando o sol completa seu giro. Ela é... grossa.
Grossa como a letra de uma jovem insegura que, apesar de possuir uma caligrafia limpa e redonda, consegue rasgar o papel, marcar as páginas e imprimir duplicidade. Mas repito: ela escreve. É, ela escreve...
Não obstante, não é preciso ter pena da moça! As penas, ela usa para cobrir os seios, sem…